Conferência Políticas de Droga e Saúde

O GAT, em conjunto com a APDES e a CASO, e com o patrocínio da Presidência da Assembleia da República e Comissão Saúde, organiza no Auditório  da Assembleia da República, dia 1 de abril de 2014, a conferência “Políticas de Droga e Saúde”. A conferência será presidida pelo Dr. Jorge Sampaio, Comissário da Global Comission on Drug Policy, que fará o discurso de abertura.

Entendemos que a situação nacional atual, ainda de crise, pode potenciar um aumento do consumo problemático de drogas com impacto negativo sobre a saúde pública e individual. Há alguns sinais (e.g. aumento de recaídas, pequeno aumento de casos de tuberculose, consumos inseguros) que indicam existirem condições objetivas para surtos do VIH, hepatites víricas e tuberculose entre pessoas que usam drogas, pelo que julgamos prioritário contribuir para um consenso informado para a ação.

Consideramos que nesta área há excelente conhecimento sobre o que funciona na prevenção, serviços e tratamentos o que permite um debate racional. Pretendemos apresentar e discutir os desafios, as práticas e as orientações em termos de políticas de droga e saúde, modelos de tratamento da dependência e doenças associadas baseados na melhor evidência, custo-eficácia e sustentabilidade, e contribuir para um consenso político, técnico e social alargado sobre os meios mais eficazes e o caminho a seguir no que diz respeito à promoção de políticas de saúde no campo das drogas e doenças transmissíveis (evitáveis e dispendiosas) que assegurem o respeito pelos direitos das pessoas que usam drogas, e que reflitam a melhor evidência atual.

Poderá consultar o programa e o díptico da conferência. 

Para quaisquer informações poderá contactar-nos através do e-mail conferenciadrogasaude@gmail.com ou através do telefone 21 096 78 26. 

 

Leia o apelo à ação da Sociedade Civil

 

Notícias sobre a conferência

Público: Programa de troca de seringas a toxicodependentes atingiu mínimo histórico

RTP1: Crise económica leva a recaída de antigos consumidores de heroína

Correio da Manhã: "Há um agravamento do uso da heroína"

_PAP4952.jpg _PAP5886.jpg