Quem pode ser atualmente vacinado contra a infeção por vírus Monkeypox?

26 Setembro 2022

Quem pode ser atualmente vacinado contra a infeção por vírus Monkeypox (VMPX)?
A vacinação está disponível desde meados de julho de 2022 para pessoas que tiveram um contacto de risco com alguém infetado com o vírus Monkeypox (VMPX) o que é também chamada vacinação pós-exposição.
Desde 20 de setembro de 2022, passou também a estar disponível a vacinação preventiva (ou pré-exposição) para pessoas em maior risco, definidas pela Norma 006/2022, atualizada a 7 de novembro de 2022.
A estratégia de vacinação pretende reduzir a disseminação e gravidade da infeção por VMPX com o número de vacinas disponível, que é atualmente muito limitado. Isso implica que, por enquanto, nem todos que desejam ser vacinados podem fazê-lo neste momento.

Quais são os critérios de elegibilidade para a vacinação preventiva?
Podem ser vacinadas as pessoas com idade ≥18 anos, sem sintomas, que preencham os seguintes critérios e a quem foi emitida uma declaração de eligibilidade para a vacinação preventiva
· Homens que têm sexo com homens (HSH), mulheres e pessoas trans, em profilaxia pré-exposição para o vírus da imunodeficiência humana (PrEP para VIH) com história de múltiplos parceiros sexuais, nos últimos 6 meses;
· HSH que vivam com VIH E tenham múltiplos parceiros
sexuais nos últimos 6 meses;
· HSH e pessoas trans SE envolvidas em sexo comercial;
· HSH com imunossupressão grave;
· Profissionais de saúde, com elevado risco de exposição, envolvidos na colheita e processamento de produtos biológicos de casos de infeção.
NOTA: As pessoas com infeção humana por VMPX prévia confirmada não são elegíveis para vacinação.

Onde posso solicitar declaração de elegibilidade para ser vacinado no contexto de vacinação preventiva?
Se cumprir os critérios acima mencionados pode solicitar a declaração de elegibilidade para vacinação preventiva nas seguintes consultas:
· Consultas de PrEP para VIH
· Consultas de tratamento de infeção VIH
· Consultas de tratamento de IST nas especialidades de Infeciologia ou dermato-venereologia
· Consultas médicas em organizações de base comunitária / não governamentais para populações-chave (como o GAT)
· Consultas de saúde ocupacional / medicina do trabalho para os profissionais de saúde.

Quais são os critérios para a vacinação pós-exposição?
A vacina neste formato é administrada a pessoas com contacto recente com alguém diagnosticado com infeção por VMPX.
A vacinação pós-exposição é realizada após avaliação do risco individual, mediante indicação da Autoridade de Saúde, que emite uma declaração de elegibilidade para vacinação pós-exposição.

Quais são os critérios para se ser vacinado em pós-exposição?
· Pessoas assintomáticas e que tenham sido contacto próximo de um caso notificado de infeção humana por VMPX.
· Ser vacinado no máximo até 14 dias após a última exposição.
A administração da vacina é efectuada às pessoas elegíveis a quem foi emitida uma declaração de elegibilidade para a vacinação pós-exposição pela Autoridade de Saúde.
As pessoas com infeção humana por VMPX prévia confirmada não são elegíveis para vacinação.

Quando deve ser efetuada a vacinação pós-exposição?
A vacinação deve ocorrer idealmente nos primeiros 4 dias após o último contacto.
Pode ainda ocorrer até 14 dias após a última exposição, se a pessoa se mantiver assintomática e se o caso a que a pessoa foi exposta for provável ou confirmado.

A pessoa que tenha sido infetada pode ser vacinada?
Não. As pessoas com infeção humana por VMPX prévia confirmada não são elegíveis para vacinação.

Uma pessoa que já tenha sido vacinada contra a varíola poderá fazer a vacina contra o vírus da infeção humana por VMPX?
As pessoas com história de vacinação contra a varíola (esquema completo – 2 doses), há 2 anos ou menos, não têm indicação para esta vacina.
As pessoas que foram vacinadas contra a varíola há mais de 2 anos, e que forem contactos próximos de casos notificados devem fazer uma dose na situação de pós-exposição.

Onde posso dirigir-me para ser vacinado?
Nos locais de vacinação indicados por cada administração regional de saúde, mediante agendamento prévio. Em caso de dúvidas, contacte a Linha de Saúde SNS24 808242424 ou, se residir nos distritos de Lisboa e Setúbal, a Linha Monkeypox do GAT, pelo 911050019.